Duvida da luz dos astros, de que o sol tenha calor,
Duvida até da verdade, mas confia em meu amor...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Amor doentio



















Coracão apertado...
Sem teu cheiro inalado..
Sem teu beijo melado..
Não ha razão pra viver..
Sentimento sofrido..
É o que vivo..
Ídolo de um mito..
Que jamais irei ter..
Ilusão ou verdade..
Falta de sanidade..
Amor próprio me falta..
Não sei na verdade o por que..
Sinto correntes ..
Nesse amor estridente..
Que consume impiedosamente..
Esfaquiando este ser..

Por Douglas Dourado

Nenhum comentário:

Postar um comentário